Loader Logo Pauta
Fechar

Filmes desta sexta encerram a mostra competitiva

23 de ago . 2019

A animação paranaense “Apneia” abre as sessões da mostra competitiva da noite de sexta-feira. Às 18h o curta de Carol Sakura & Walkir Fernandes apresenta Muriel, que não sabia nadar e tinha muito medo. Um medo para além da água e que trazia à tona os pavores e monstros da infância. Mergulhada em si mesma, ela busca agora a voz e o ar que sempre lhe faltou como menina e mulher.

“Dos Fridas”, o longa representante do México e Costa Rica, vem em seguida. Com direção e roteiro de Ishtar Yasin Gutiérrez, o filme se inspira na relação entre a pintora mexicana Frida Kahlo, representada por Yshtar, e sua enfermeira pessoal, a costa-riquenha Judith Ferreto, interpretada pela atriz portuguesa Maria de Medeiros. Por meio das memórias de Judith e sua relação de cumplicidade com a artista, sonhos, mitos, imaginação e realidade se entrelaçam, tecendo a trama de seu destino. 

Ishtar Yasin nasceu na antiga União Soviética, tem origem iraquiana, costa-ricense e chilena. Estreou seu primeiro longa, “El caminho”, na Seleção Oficial do Fórum da Berlinale 2008.

Às 21h é a vez do segundo curta da noite, “Amor aos 20 anos”, representante de São Paulo. O filme conta como a vida de Pepe parece ruir quando Lena, sua namorada, muda-se para Paris, em intercâmbio. A menina deixa de responder suas mensagens e as complicações do longo relacionamento vêm à tona quando os pais dela decidem convidar Pepe para jantar. A direção é de Toti Loureiro e Felipe Arrojo Poroger. No elenco estão o próprio Felipe, Danilo Grangheia, Georgette Fadel, Samya Pascotto e Paula Halker. 

Para fechar as exibições, o último entre os longas nacionais da mostra competitiva, “30 anos blues”. A dupla de cineastas paulistas Dida Andrade e Andradina Azevedo conta a história de um grupo de amigos que, com a chegada aos 30 anos, percebem que não querem deixar de ser crianças. 

Dida e Andradina voltam ao Festival de Cinema de Gramado onde, em 2013, ganharam os Kikitos de direção e fotografia por "A Bruta Flor do Querer".